Oportunidades de mais negócios

Restrições financeiras, desdobramentos da operação Lava-Jato e a entrada de novos players podem fazer com que as PPPs avancem

Por Roberto Rockmann

A crise de água que atinge as principais capitais do país, o aperto fiscal conduzido pelo governo federal e a pressão dos Ministérios Públicos estaduais para elevar os índices de tratamento de água e esgoto poderão acelerar as Parcerias Público-Privadas (PPPs) e a presença de capital privado na área de saneamento nos próximos anos, enquanto os desdobramentos da operação Lava-Jato deverão levar à consolidação dos operadores privados que já participam do segmento e ao ingresso de novos players estrangeiros e nacionais.

Atualmente, duas operadoras privadas estão em recuperação judicial, discutindo com os seus credores saídas para a crise financeira. Uma delas é a OAS, que estuda a venda de vários ativos do grupo, como participação de 25% na Invepar e o controle da OAS Soluções Ambientais, que detém uma concessão no interior de São Paulo e uma PPP de R$ 1,2 bilhão na cidade de Guarulhos (SP). A outra é o Grupo Galvão, que discute a venda da CAB Ambiental, operadora privada com cerca de 20 contratos entre concessões e PPPs e que tem como um de seus sócios o BNDESPar, com cerca de um terço de seu capital.

Para ler o artigo completo clique no link abaixo:

http://aei.org.br/oportunidades-de-mais-negocios/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s